Passar muito tempo sentado pode contribuir para o desenvolvimento de câncer

    Publicado em: Blog    |    Sem Comentários

Pulmões, endométrio e cólon são as áreas que possuem risco aumentado em decorrência do comportamento sedentário.

A inatividade física tem sido associada com diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares, mas também pode aumentar o risco de certos tipos de câncer, de acordo com um estudo publicado Journal of the National Cancer Institute.

Para avaliar a relação entre o tempo em frente à televisão, o tempo que passamos sentados durante atividades de recreação e lazer, o tempo que permanecemos sentados enquanto trabalhamos e o tempo total que ficamos sentados com o risco de vários tipos de câncer, Daniela Schmid, do Departamento de Epidemiologia e Medicina Preventiva da Universidade de Regensburg, na Alemanha, realizou uma análise de 43 estudos observacionais, que incluíam mais de 4 milhões de pessoas e 68.936 casos de câncer.

Quando os altos níveis de sedentarismo foram comparados com os menores, os pesquisadores encontraram um risco significativamente maior de três tipos de câncer – cólon, de endométrio e de pulmão. Além disso, o risco aumentou, com cada 2 horas em tempo sentado, de 8% para o câncer de cólon, 10% para câncer de endométrio e 6% para o câncer de pulmão.

O efeito também pareceu ser independente da atividade física, o que sugere que uma grande quantidade de tempo gasto sentado ainda pode ser prejudicial para aqueles que são fisicamente ativos. O tempo gasto em frente à televisão mostrou a associação mais forte com os cânceres de cólon e endométrio. Os autores acreditam que isso ocorra porque assistir TV é muitas vezes ligado ao consumo de bebidas açucaradas e fast food.

— O sedentarismo tem um impacto negativo sobre o câncer mesmo entre pessoas fisicamente ativas. Por isso, limitar o tempo em que permanecemos sentados pode desempenhar um papel importante na prevenção do câncer— escrevem os autores.

Lin Yang e Graham Colditz, da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington, afirmaram que os resultados apoiam uma relação causal entre o comportamento sedentário e ambos os cânceres de cólon e endométrio, e que a prevenção da doença requer uma boa prova, vontade política e uma estratégia social para financiar e implementar programas de prevenção.

Fonte: ZH Bem-Estar

Faça um Comentário

Você deve estar logado para postar seu comentário.

© 2015 Pacific SPA - Todos os direitos reservados