Blog

3 erros cometidos ao cuidar da pele

    Publicado em: Blog    |    Comentários desativados

Toda mulher já ficou com a pele ressecada, não é mesmo? Muitas acham que esse empecilho só acontece nas estações mais frias, porém, é importante lembrar que é preciso hidratação durante todo o ano, principalmente, na primavera e verão, onde as pernas e braços ficam mais expostos.

Mas, além da hidratação, as mulheres precisam estar atentas em alguns erros diários que podem comprometer a beleza da pele. Confira:

1- Usar água quente

A primeira dica é não lavar o rosto embaixo do chuveiro, pois a água quente prejudica a pele. O ideal é lavar na pia, acumulando água nas mãos para evitar irritação.

2- Não esperar o hidratante agir

Na hora de aplicar o hidratante corporal, é importante esperar o produto absorver. Ou seja, aguardar cerca de 2 a 3 minutos para vestir a roupa faz toda a diferença.

3- Não lavar as mãos

Outra dica indispensável é lavar as mãos antes de cuidar da pele. Durante o processo, provavelmente, a mulher mexe no celular e em outras coisas. Sendo assim, as mãos acumulam germes, o que pode prejudicar a saúde do rosto.

Fonte: Vila Mulher

5 dicas para acordar melhor

    Publicado em: Blog    |    Comentários desativados

Sair da cama é complicado, mas há maneiras de amenizar o sacrifício

Acordar pode ser um desafio para muitas pessoas, mas alguns hábitos podem fazer com que os primeiros momentos do dia sejam mais agradáveis. O doutor Fábio Maraschin, pneumologista e especialista em Medicina do Sono, é quem dá as dicas de como acordar melhor. Confira (e pense nisso antes de dormir):

1. Durma bem

“Um bom dia começa na noite anterior”, ressalta o médico. Para dormir bem, é importante ter uma rotina de horários para dormir e acordar — e mantê-la, claro. Ter uma quantidade de sono adequada também é fundamental. Isso varia de pessoa para pessoa, entre 4 e 12 horas.

— Mas não adianta ter ritmo e quantidade se não tiver qualidade. Aspectos externos (temperatura desagradável, colchão ruim, travesseiro inadequado ou alguém ao lado incomodando) e internos (alguma doença), além de problemas do sono (insônia, ronco e a síndrome das pernas inquietas, por exemplo) podem atrapalhar.

2. Evite óculos escuros

É isso mesmo. Se o objetivo é acordar, quanto mais luz, melhor.

— É bom evitar luz acesa e computador perto da hora de dormir, mas, para acordar, tem que ter sol na cara — ressalta o médico.

3. Tome um banho

— É um assunto controverso. Tem pessoas que só acordam depois de tomar banho, mas um banho morno e relaxante também ajuda a pegar no sono — afirma o doutor.

Portanto, na dúvida, tome os dois (antes de dormir e ao acordar).

4. Faça um bom café

Quem não ama um bom café da manhã de hotel? Bem, se você não mora em um hotel, a dica é deixar parte da refeição pronta antes de dormir. Certamente, é um incentivo a mais para sair da cama. O item que não pode faltar para acordar, segundo o doutor, é a cafeína, para estimular.

5. Escute uma música agradável

— Tudo que vier a estimular, vai ajudar a acordar — reforça o doutor.

Então, faça uma playlist matinal e comece o dia ouvindo o seu som favorito.

 

Fonte: ZH Vida 

6 passos para acabar com a preguiça no inverno

    Publicado em: Blog    |    Sem Comentários

Com a chegada do frio, fica cada vez mais difícil deixar as cobertas quando o despertador toca. Falta disposição e sobram preguiça, desânimo e até mau humor. “No frio, como escurece mais cedo, a produção de melatonina, o hormônio que regula o sono, é maior, o que dá mais sonolência”, explica a psicóloga Daniela Souza Pereira. Mas o modo como você encara os dias mais frios também pode influenciar seu humor. “Se você acha que não vai conseguir fazer algo por conta do frio, a tendência é ficar cada vez mais isolada e desanimada”, completa a especialista. Atitudes bem simples, porém, ajudam você a enfrentar esta estação com energia e bom humor. Curtir o sofá um pouquinho é gostoso, mas tem muita coisa boa para você viver neste inverno. Aproveite!

1 – Comece bem o dia

Antes de se levantar da cama, espreguice-se muuuito. “Assim, você sinaliza ao corpo que é hora de iniciar o dia”, diz Daniela. E, se ao olhar pela janela, vir um céu cinzento, não desanime. Ter uma postura positiva é importante, mas melhor ainda é ter pensamentos realistas. “Pensar que o dia vai ser proveitoso melhora o humor e isso ajuda você a realizar as tarefas diárias”, completa a psicóloga.

2 – Vença a preguiça e mexa-se

Pode parecer mais difícil no frio, mas basta dar alguns passos e começar a se exercitar para sentir o bem que isso faz ao corpo e à alma. “Quando se faz exercício, o corpo libera endorfina, hormônio que dá sensação de bem-estar e calma”, diz o personal trainer Adriano Cunha. Ou seja: tchau, mau humor! Você fica mais magra e feliz. Bora lá pra academia!

3 – Busque energia ao ar livre

Sair de casa e tomar aquele sol gostoso ajuda a manter o desânimo bem longe. “Ao tomar sol, ocorre a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar, entre outras substâncias”, diz Daniela. “Atividades ao ar livre como caminhar e pedalar são ótimas para espantar o frio”, lembra Cunha. Chame uma amiga!

4 – Encontre-se com os amigos

Nada de ficar em casa sozinha, garota! “Quanto mais isolada a pessoa fica, a tendência é que ela tenha menos ânimo para sair e conversar. É um ciclo vicioso”, diz Daniela. Marcar uma reunião com as amigas pode ser uma boa oportunidade para colocar as fofocas em dia. Não há nada melhor que o calor humano!

5 – Resista às tentações

É verdade que no frio a fome aumenta, especialmente por doces e comidas gordurosas. Mas lembre-se: depois do frio, chega o calor e ninguém vai querer estar fora de forma, certo? Você não está proibida de comer um bombom, mas o segredo é ter bom senso! E hidrate-se muito. “A água mantém o corpo hidratado e minimiza o desconforto para respirar se o ar estiver seco”, diz Cunha.

6 – Vai mesmo ficar em casa?

Não precisa ficar largada no sofá. Que tal aproveitar para organizar o armário? “Se a arrumação não for encarada como obrigação, dá a sensação de que o dia foi proveitoso”, diz a psicóloga. Não deixe o desânimo vencer!

Fonte: M de Mulher

Dieta detox pós Copa do Mundo

    Publicado em: Blog    |    Sem Comentários

Durante a festa e comilança da Copa do Mundo muita gente abusa no consumo de comidas gordurosas. Para evitar a sensação de mal estar depois da folia e reequilibrar o organismo, a nutricionista Paula Castilho, da Rede Nação Verde, montou uma dieta detox. Vale lembrar que a dieta não pode ser feita por muito tempo, e deve ser orientada por um nutricionista.

Dieta de 900 a 1000 kcal/ Mínimo de carboidrato/ sem glúten (Alimentos fonte de glúten: trigo, cevada, malte, centeio, aveia).

Alimentos sem glúten: arroz integral, milho, quinua, soja, batata, cenoura, mandioca, inhame, cana-de-açúcar, tapioca, sementes de amaranto e girassol, soja, milho, frutas e farinhas de frutas (farinha de coco, banana).
Alimentos lipolíticos (ajudam na degradação da gordura/ são termogênicos): Melão, Abacaxi, Tangerina, Hortelã e Pêra, Cafeína, Proteínas (aumentam a atividade metabólica), Flavonóides (uvas, frutas cítricas, couve-flor), Carnitina (suplemento) Carboidratos de alto índice glicêmico (simples) como batata, pão branco, doces, mel Alimentos diuréticos (nunca laranja e abacate), melancia, beterraba e suas folhas, Coco, Maça, suco de limão, cenoura, escarola, repolho, broto de feijão, salsinha, pepino, abobrinha, chuchu, alface, abacaxi, pêra, morango e melancia – pois têm 90% de água Alimentos anti-ansiolíticos (caqui).

Aposte nos alimentos:

- Laranja, tomate, banana e manga – ajudam a desinchar pois são ricos em potássio
- Melão, salsão, aspargo, agrião, rúcula e almeirão – são diuréticos naturais
- Fibras como aveia, granola, ameixa seca e uva – previnem a prisão de ventre
- Folhas verde-escuras – ativam a circulação
- Ervas aromáticas e especiarias em geral
- Alho – diminui a pressão arterial e combate o inchaço
- Salsa – é rica em vitaminas e minerais e ajuda a digerir os alimentos mais pesados e atua como diurético.

Os alimentos que devem ser evitados são:

- Reponho, couve, couve-flor e batata-doce – fermentam e provocam gases
- Refrigerantes (mesmo o light e os diet) – são bebidas ricas em sódio
- Embutidos (salame, mortadela) e carnes como bacalhau e carne seca – Têm muito sal
- Enlatados em geral: palmito, atum, sardinha, milho, ervilhas, etc…
- Café, chá mate, guaraná, achocolatado e outros alimentos que contêm cafeína
- Fritos e lanches servidos em fast-food
- Condimentos prontos, como ketchup e a mostarda
- Doces – abusar do açúcar acelera a produção de toxinas.

 

Fonte: Corpo a Corpo

Passar muito tempo sentado pode contribuir para o desenvolvimento de câncer

    Publicado em: Blog    |    Sem Comentários

Pulmões, endométrio e cólon são as áreas que possuem risco aumentado em decorrência do comportamento sedentário.

A inatividade física tem sido associada com diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares, mas também pode aumentar o risco de certos tipos de câncer, de acordo com um estudo publicado Journal of the National Cancer Institute.

Para avaliar a relação entre o tempo em frente à televisão, o tempo que passamos sentados durante atividades de recreação e lazer, o tempo que permanecemos sentados enquanto trabalhamos e o tempo total que ficamos sentados com o risco de vários tipos de câncer, Daniela Schmid, do Departamento de Epidemiologia e Medicina Preventiva da Universidade de Regensburg, na Alemanha, realizou uma análise de 43 estudos observacionais, que incluíam mais de 4 milhões de pessoas e 68.936 casos de câncer.

Quando os altos níveis de sedentarismo foram comparados com os menores, os pesquisadores encontraram um risco significativamente maior de três tipos de câncer – cólon, de endométrio e de pulmão. Além disso, o risco aumentou, com cada 2 horas em tempo sentado, de 8% para o câncer de cólon, 10% para câncer de endométrio e 6% para o câncer de pulmão.

O efeito também pareceu ser independente da atividade física, o que sugere que uma grande quantidade de tempo gasto sentado ainda pode ser prejudicial para aqueles que são fisicamente ativos. O tempo gasto em frente à televisão mostrou a associação mais forte com os cânceres de cólon e endométrio. Os autores acreditam que isso ocorra porque assistir TV é muitas vezes ligado ao consumo de bebidas açucaradas e fast food.

— O sedentarismo tem um impacto negativo sobre o câncer mesmo entre pessoas fisicamente ativas. Por isso, limitar o tempo em que permanecemos sentados pode desempenhar um papel importante na prevenção do câncer— escrevem os autores.

Lin Yang e Graham Colditz, da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington, afirmaram que os resultados apoiam uma relação causal entre o comportamento sedentário e ambos os cânceres de cólon e endométrio, e que a prevenção da doença requer uma boa prova, vontade política e uma estratégia social para financiar e implementar programas de prevenção.

Fonte: ZH Bem-Estar

Sedentarismo mata mais do que obesidade, alerta especialista

    Publicado em: Blog    |    Sem Comentários

O sedentarismo é a segunda maior causa de morte no planeta, perdendo apenas para a hipertensão, diz o médico Victor Matsudo, do Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (Celafiscs).

“Muitos estudos mostram que atividade física é tão importante quanto a alimentação para perda de peso e redução dos riscos de inúmeras doenças”, destacou.

Segundo Matsudo, uma pessoa sedentária tem riscos maiores de desenvolver doenças em relação a quem não se alimenta de forma adequada, por isso ele tenta desmistificar a percepção de que obesidade é um problema relacionado apenas à nutrição.

“O colesterol alto, o excesso de peso, a obesidade, o diabetes são problemas causados pela má alimentação, porém o impacto do sedentarismo para o desenvolvimento dessas doenças é ainda pior”, defende.

O especialista afirma que o crescimento da obesidade é totalmente proporcional ao aumento do comportamento sedentário.

“Uma pesquisa de 1995 (Prentice and Jebb. Obesity in Britain: gluttony or sloth? British Med J) mostra que o crescimento da obesidade pode ser creditado menos aos níveis de ingestão de calorias totais, principalmente aos índices de gordura, e mais ao aumento do número de carros na garagem ou do tempo que passamos sentados assistindo TV”, alertou.

De acordo com o médico, são maiores os riscos de morte para magros sedentários do que para gordos ativos.

“Em termos de saúde pública, o sedentarismo é um problema ainda maior do que o excesso de peso, não adianta controlar a ingestão de alimentos se não estimular o aumento desse gasto calórico”, reflete.
publicidade

Em outra pesquisa de 2012 (Lee DC et al. J.Am.Coll.Cardiology) foi observado que ganhar peso aumenta em 58% o risco de uma pessoa desenvolver síndrome metabólica, enquanto a perda de condicionamento físico faz esse risco crescer em 200%.

“Para que uma dieta traga mais benefícios à saúde é imprescindível reforçar a prática de atividade física”, afirmou Matsudo.

Para ele, a atividade física mais benéfica à saúde é aquela que a pessoa gosta e sente prazer em realizar, sendo importante inserir movimento no dia a dia.

“Atividade física não precisa ser chata, pelo contrário, deve ser algo prazeroso”.

As pessoas também pode ter uma vida mais ativa com pequenas mudanças dentro da própria rotina.

“Quem trabalha em prédio pode subir um ou dois andares pela escada, assim como usá-la em vez da escada rolante. Quem utiliza transporte público, pode descer um ponto antes e ir andando”, sugere.

Fonte: Saúde / Terra

3 truques infalíveis para inserir atividade física no seu dia a dia

    Publicado em: Blog    |    Sem Comentários

Queremos incentivar você a sair do sofá, da cama, da cadeira do escritório… e mexer o corpo e aliviar a mente. Com as dicas do consultor Christian Barbosa, nós prometemos que o esforço vai valer a pena!

Durante a correria do dia a dia fica difícil alcançar a porta da academia. Ensaia pôr o tênis e fazer uma caminhada, mas a cama quentinha parece que tem cola. A bicicleta continua nova por falta de uso. Você não é a única. Recente pesquisa do expert em administração de tempo e produtividade Christian Barbosa, autor do livro “Equilíbrio e resultado – Por que as pessoas não fazem o que deveriam fazer?”, da Editora Sextante, mostrou que a atividade física é uma das quatro atividades que as pessoas atualmente mais deixam de fazer. E suar o top, além de dar disposição e saúde, ajuda a ficar com o corpo em forma.

Encare o esporte como um hobby, e não obrigação

O maior empecilho à prática esportiva é aquela sensação que dá quando pensamos em ir à academia: “Que preguiça sair da minha cama quentinha para malhar!” Pronto! O esporte virou sinônimo de obrigação e, assim, mais cedo ou mais tarde você vai desistir. Nada disso. Para não desanimar, experimente algumas atividades até encontrar aquela com a qual você se identifica e traz prazer. Pode ser uma caminhada nas ruas do bairro, uma animada aula de step na academia, a partida tênis com o parceiro, aula de natação… Quando enjoar do esporte que você escolheu, tente outro.

Utilize horários mais “seguros”

No começo, para evitar as desculpas de tempo, crie horários alternativos: como logo cedo ou bem à noite, aos sábados e domingo, etc. Se você optar por horários muito próximos aos do trabalho, a chance de acontecer um imprevisto, e você desistir, é grande. Marque na sua agenda os dias para as atividades como se fossem reuniões de trabalho. Se falhar uma vez, não desista por completo. Tente ir na próxima data marcada. Caso viaje bastante, pode aproveitar a academia do hotel ou levar uma corda para pular. Quando a gente realmente gosta de algo, tempo não é desculpa.

Comece aos poucos e estabeleça uma meta

Se achar logo de início que transformará numa atleta, certamente se decepcionará. Tenha um objetivo para os primeiros seis meses de sua atividade. Por exemplo: ganhar mais condicionamento, ficar com o corpo mais tonificado ou perder alguns quilos. O ideal é começar devagar e aumentar o ritmo à medida que obtiver resultados. Se pegar muito forte de cara, o risco será grande de se desestimular.

 

Fonte: M de Mulher

Transforme seu Ovo de Páscoa em um Hidratante

    Publicado em: Blog    |    Sem Comentários

Não sabe o que fazer com tanto ovo de Páscoa que sobrou? O chocolate ao leite, além de ser consumido, pode ser aproveitado de um jeito bem diferente.

A cosmetóloga Lucienne Souza, garante que o chocolate pode ser um ótimo hidratante facial.

“O chocolate tem como maior benefício o fator umectante, promovendo maior flexibilidade e uma ação hidratante natural e prolongada, além de ter um aroma que desperta os sentidos”, completa Lucienne.

Receita de hidratante facial de chocolate:

Ingredientes:

  • ½ barra de chocolate
  • 1 pote de iogurte natural
  • 2 colheres de sopa de mel
  • 1 colher de sopa de óleo de amêndoa ou canola (opcional)

Modo de preparo:

Bater o iogurte natural com a barra de chocolate no liquidificador, adicionar as colheres de mel e o óleo (opcional). Lembrando que para quem tem pele oleosa o melhor é evitá-lo. Depois disso é só deixar agir por 20 minutos e retirar com água.
Para as que querem ir além e relaxar com esse tratamento, literalmente, delicioso é só aplicar a máscara ainda morna na pele.

7 atitudes para uma vida feliz e saudável

    Publicado em: Blog    |    Sem Comentários

Quem quer viver melhor tem que apostar na atividade física, dieta equilibrada e menos estresse. Salte da teoria para a prática. Especialistas no assunto contam os segredos

Uma pesquisa com mais de 7 mil pessoas em São Paulo e em Porto Alegre, feita pelo Isma-BR, entidade internacional para o estudo do estresse, revelou que apenas 7% delas acreditam ter um estilo de vida realmente saudável. Mesmo sabendo que comer mal, estar acima do peso, viver sob constante pressão, fumar e ser sedentário multiplicam o risco de doenças, como o câncer e o infarto, a grande maioria simplesmente não consegue deixar para trás os velhos (e maus) hábitos.
“Eles estão muito enraizados, tanto que não basta reconhecer que são nocivos e desejar mudar para que a virada de fato ocorra”, ressalta a psicóloga Ana Maria Rossi, diretora do Isma-BR. Prova disso é que de cada dez indivíduos que começam a praticar alguma atividade física diariamente nada menos do que seis desistem antes do final do primeiro mês. É muito.
Para quem quer abandonar o cigarro a história não é diferente. Cerca de 70% dos fumantes que têm a firme intenção de deixar o vício bem que tentam, mas não conseguem. Isso sem falar em promessas que não se cumprem, do tipo segunda-feira eu começo. Os cientistas apostam em sete atitudes simples, mas eficientes, para virar esse jogo e fazer de você um vencedor quando o assunto é atingir metas para uma vida mais saudável.

Os 7 passos para mudar de vida

1. Não fique ensaiando uma decisão
É normal imaginar o que se pode perder quando se faz uma escolha. O problema é superestimar os possíveis prejuízos isso acaba minando a força de vontade de qualquer um. Tem gente que desiste de começar a fazer exercícios só por se lembrar de que terá de levantar mais cedo por causa disso, conta o preparador físico Fábio Dias, coordenador de musculação da Triathon Academia, de São Paulo. Uma pesquisa feita pela Universidade Harvard, nos Estados Unidos, provou que, na verdade, as coisas acontecem de maneira bem diferente. Depois que se põe em prática a decisão tomada a duras penas, percebe-se que os aspectos negativos foram bem menores do que o imaginado.

2. Concentre-se nos ganhos
Você resolveu mudar seus hábitos à mesa, o que significa controlar frituras e doces. Desanimador. Como eu vou conseguir viver sem pastel ou brigadeiro? é provavelmente a pergunta. Em vez de pensar no que você vai perder, calcule o quanto vai ganhar. Sua pele ficará mais saudável, você vai perder alguns quilinhos, sua auto-estima e sua disposição crescerão e assim por diante, ressalta a nutricionista Sheila Pasquarelli, chefe do setor de nutrição do Hospital Santa Helena, da capital paulista. Ah, um pastel ou um brigadeiro de vez em quando estão, sim, liberados. Afinal, viver de restrições alimentares não tem a menor graça. O verbo que impera na busca da saúde é controlar, e não cortar.

3. Cometa, sim, pequenos deslizes
Esta terceira atitude é um complemento da anterior. Se você viajou e se fartou de comer durante um tempo ou numa semana agitada deixou de praticar caminhada, não use isso como desculpa na linha do “nunca vou conseguir”. É preciso permitir-se verdadeiramente fugir da rotina saudável de vez em quando. Rigor em excesso só vai contribuir para aumentar o desânimo, que leva você sabe ao descontrole total.

4. Considere suas emoções
Se você está passando por um momento particularmente difícil, aí mesmo é que sonha em ter uma rotina diferente, capaz de atenuar as turbulências. Muita calma nessa hora. Vamos assumir que, apesar desse desejo, as chances de você não seguir adiante são enormes. Só quem está bem emocionalmente consegue mudar alguma coisa em seu dia-a-dia, garante a psicóloga Ana Maria Rossi. Um estudo conduzido na Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, reforça esta relação: pacientes com lesões na área cerebral responsável pelo controle dos sentimentos não conseguem traçar metas e cumpri-las.

5. Cuidado com a pressão social
Não caia na besteira de tentar transformar seu corpo só porque alguém disse que você está acima do peso ou precisa ganhar músculos fortes. Busque o autoconhecimento e descubra o que está errado na sua rotina, isso sim. Evite as interferências alheias. Quando tentamos mudar para agradar aos outros e não a nós mesmos, o fracasso é quase inevitável, opina a psicóloga Ana Maria. Também não se desvie dos seus objetivos por mais que isso pareça difícil. Quem já tentou diminuir as doses de álcool, por exemplo, sabe como os amigos são persuasivos e querem convencê-lo de que mais uma tulipa de chope não vai fazer mal nenhum.

6. Comemore cada bom resultado (por menor que seja)
Quanto mais o objetivo traçado estiver perto do seu alcance, maior será o estímulo para alcançá-lo. Digamos que você se propôs transformar radicalmente a dieta, mas tudo o que conseguiu foi cortar os alimentos gordurosos. Não pense nisso como uma derrota, mas sim como uma grande vitória parcial. O próximo passo será excluir outros inimigos de uma refeição equilibrada e assim por diante.

7. Tenha sempre uma segunda opção
Às vezes o resultado de nossas escolhas fica muito aquém do que esperávamos. Entrar na academia não foi uma boa idéia? Nesse caso, procure praticar um outro esporte, em vez de se assumir um sedentário inveterado. Você precisa emagrecer, mas não está gostando de fazer dieta? Aumente seu gasto calórico, fazendo mais exercícios, encontrando a modalidade que mais bem se encaixe em seu estilo e sua personalidade, recomenda o preparador físico Fábio Dias. Não é porque o primeiro caminho não funcionou para chegar lá que você irá desistir, não é mesmo? Pense assim.

Fonte: Saúde Abril

APROVEITE O FINAL DE SEMANA SEM CULPA

    Publicado em: Blog    |    Sem Comentários

Pizza, uma taça de vinho, petiscos, café da manhã caprichado, almoço de domingo em família… Essas e outras delícias fazem parte da sua lista de tentações do final de semana, mas você, por medo de prejudicar a saúde ou a dieta, nem pensa em saboreá-las?
“Quem segue uma alimentação equilibrada durante a semana pode dar uma escapadinha ou outra no sábado e no domingo. Tudo é permitido, desde que consumido com moderação”, orienta o nutricionista Israel Adolfo Miranda Busto, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Confira os truques para desfrutar desses prazeres gastronômicos sem peso na consciência!

- Antes de seguir para o happy hour, alimente-se. Se não for possível, assim que chegar ao barzinho peça algo para matar a fome de uma vez só, em vez de beliscar durante toda a noite. E escolha as porções assadas, e não as fritas. Se quiser tomar uma caipirinha, substitua o açúcar pelo adoçante.

- Vai comer pizza com a turma? Escolha as de massa fininha, e com coberturas mais leves, como atum, rúcula, palmito, abobrinha, alcachofra e berinjela. E não exagere. O ideal é consumir até dois pedaços por semana. Se quiser beber vinho, tome uma taça, alternando a bebida com água. Assim, você ingere menos calorias e mantém a hidratação, evitando o inchaço.

- Macarrão da “mama”: família reunida à mesa, almoço com massa. Você não precisa passar vontade. Escolha o molho à base de tomate, mais leve que aqueles que levam creme de leite, e modere na quantidade de queijo ralado. “Ocupe metade do seu prato com saladas de folhas frescas”, aconselha Israel.

- Churrasco tentação: em vez de experimentar diversos pedacinhos de carne, sirva-se com uma porção satisfatória e complemente com uma boa quantidade de salada de folhas. “Coma com calma, mastigando muito bem, pois isso proporciona a sensação de saciedade mais rapidamente”, explica o nutricionista. Prefira as carnes magras e, se não dispensa a vermelha, opte por cortes finos e retire a gordura.

- Doces irresistíveis: se você cumpriu os itens anteriores e bateu aquela vontade de comer um docinho, entregue-se! Tome um delicioso sorvete Kibon, por exemplo, e aproveite cada mordida, deliciando-se com o sabor e a textura.

- Mexa-se! Aproveite o tempo livre no final de semana para dançar, andar de bicicleta, fazer caminhadas, passear com o cachorro… A atividade física ajuda a eliminar calorias e faz bem à saúde!

Fonte: Portal Vital

Página 1 de 1112345...10...Última »
© 2015 Pacific SPA - Todos os direitos reservados